DC Comics Mulher Maravilha

O novo filme da DC Comics conta a origem da Mulher Maravilha. Lembram que no filme Batman X Superman, ela apareceu de repente, para ajudar os dois? Então, agora ficamos sabendo quem é ela.

Nesse filme conhecemos a Princesa Diana ainda menina. Ela mora em uma ilha paradisíaca, longe do mundo moderno. Ela quer treinar para ser uma guerreira, mas sua mãe, a rainha das amazonas não quer ver a filha em um campo de batalha.

Decidida a aprender a lutar, ela procura a ajuda da tia, que é a líder das guerreiras, e é treinada por ela.

Os anos passam e Diana se torna uma grande guerreira.

Em um determinado dia, por conta de um acidente de avião, o piloto Steve cai no mar, próximo à ilha de Diana que vê o acidente, mergulha no mar e o salva.

Depois de um breve conhecimento entre os dois, e a grande curiosidade dela em ver um homem pela primeira vez, ela o leva para a cidade.

Lá, ela descobre que está acontecendo uma grande guerra no mundo, onde milhões de pessoas já morreram e muitas outras ainda vão morrer.

Engajada em ajudar o mundo, ela parte com o piloto Steve, que já confessou, através do laço da verdade ser um espião, em busca do deus da guerra, que ela acha ser o responsável por esse grande conflito.

Quando chega à civilização, ela vai ficar surpresa com tantas coisas que não conhece e com a estupidez da guerra.

Ela vai descobrir que seus poderes são muito maiores do que ela imaginava e ainda vai descobrir o seu verdadeiro destino junto à humanidade.

O que mais chama a atenção no longa, é a grandeza do filme, a beleza da história e da atriz. O personagem é forte, poderoso, mas é delicado, gentil e sagaz.

O figurino dela também está incrível!

A história acontece durante a primeira guerra mundial, década de 1920, mas enquanto ela está na ilha das amazonas, o traje é da Grécia antiga e tudo é muito bem feito.

Eu achei o filme ótimo, tanto como crítica, como quanto espectadora.

É um filme que ganha quase nota máxima de tão bem feito que é.

E a continuação dele já é certa, o universo da DC Comics, está introduzindo todos os super heróis que vão formar a famosa Liga da Justiça. E os próximos filmes, já estão sendo feitos.

 

Título Original: Wonder Woman

Gênero: Ação/Aventura/Fantasia
Tempo de Duração: 2 horas e 21 minutos
Ano de Lançamento: 2017

Direção: Patty Jenkins

Elenco: Gal Gadot, Chris Pine, Connie Nielsen, Robin Wright, Danny Huston, David Thewlis, Elena Anaya, Lucy Davis, Ewen Bremner.

RITA VAZ

TUDO SOBRE FILMESwww.ritavazm.blogspot.com.br

 

Homenagem a Hermeto Pascoal e Sivuca

 

Sorteio para quem curtir nossa fanpage @claudiacozzella e deixar um recadinho

Dois monstros sagrados da MPB são homenageados com concerto em Curitiba

 

Um show para ficar na memória e no coração. “Concerto Sinfônico em Homenagem a Hermeto Pascoal e Sivuca” acontece dia 18 de junho, às 10h30, no Teatro Guaíra, em evento assinado pela Vitral Produções. Uma única e inesquecível apresentação vai reunir a Orquestra Cordas do Iguaçu e o acordeonista João Pedro Teixeira. Juntos, eles vão relembrar os grandes sucessos desses dois gigantes da música popular brasileira em um espetáculo que comemora os 81 anos do alagoano Pascoal. Nessa que é a sexta edição do evento, a produção vai homenagear também o músico Sivuca, pernambucano, que completaria 87 anos, e que é o padrinho musical de Hermeto Pascoal. Eles trilharam suas histórias na música lado a lado. Ambos compositores, arranjadores, sanfoneiros, ganharam o mundo pela qualidade artística e pela grande versatilidade musical que transita pela música erudita e pela MPB.

A apresentação em Curitiba traz o rico conjunto de suas obras através da música clássica da Orquestra Cordas do Iguaçu, formada por jovens e crianças que compõem o Projeto Cordas do Paraná. São alunos de Tunas e Pinhais que recebem curso gratuito de música. A regência fica a cargo do maestro Edivaldo Chiquini. Eles vão mostrar canções de Pascoal como Bebê, O Ovo, Chorinho Pra ele e de Sivuca como Um tom pra Jobim,  choro de cordel, entre outras. Um dos pontos altos do espetáculo, é a participação do expoente acordeonista João Pedro Teixeira, apadrinhado de Hermeto Pascoal, que fará uma homenagem especial apresentando um solo da obra Modo Perpétuo, de Paganini, peça erudita que consagrou Sivuca internacionalmente.

Os ingressos já estão à venda pelo Disk Ingressos e na bilheteria do teatro a R$ 30 a meia entrada plateia e R$ 20 a meia entrada 1º e 2º balcão. Criança até dois anos não paga ingresso. A meia entrada é válida para doadores de sangue, estudantes, idosos, PNE´s, professores, portadores de câncer, cartão fidelidade Disk Ingressos e cartão Criança na Plateia.

Serviço

O que: Concerto em Homenagem a Hermeto Pascoal e Sivuca

Quando: 18 de junho às 10h30

Onde: Teatro Guaíra – Grande Auditório

Quanto: R$ 30 a meia entrada plateia e R$ 20 a meia entrada 1º e 2º balcão. Criança até dois anos não paga ingresso.

Ponto de Venda: Disk Ingressos e bilheteria do teatro

Crédito de foto: Divulgação

Última atualização em Sex, 16 de Junho de 2017 18:30
 

Rock Dog - no Faro do Sucesso

A dica de hoje vai para a animação "Rock Dog - no Faro do Sucesso".
Na história conhecemos a história de Bodi, um cachorro adolescente que mora em um vilarejo nas montanhas do Tibete.

Depois de conhecer o rock and roll, ele decide correr atrás do seu sonho, que é ser músico.

Uma animação muito divertida, colorida, recheada de música boa e ainda oferece uma bela oportunidade de reflexão!

 

Rita Vaz

 

Sandy retorna a Curitiba em abril

Atendendo a pedidos, Sandy volta a emocionar seu fiel público com a belíssima turnê ‘Meu Canto’, resultado do DVD homônimo gravado em Niterói e que coroa o melhor momento de sua carreira solo. O ponto de partida será o Nordeste, ao longo do mês de março. Em abril, as apresentações farão “bis” por diversas praças, incluindo Curitiba, com única apresentação no Teatro Guaíra, dia 30, domingo, a partir das 21h15. Novas datas deste primeiro semestre serão anunciadas em breve. A produção é assinada pela produtora curitibana CWB Brasil. Os ingressos estarão à venda a partir de R$50.

"Meu Canto" é um delicioso e irrecusável convite da artista para que o público entre em seu universo musical e revisite um pouco de "Manuscrito" (Pés Cansados, Quem Sou Eu, Ela e Ele), “Sim” (Aquela dos 30, Escolho Você, Ponto Final) e até mesmo "Sandy & Junior" (Nada é Por Acaso, Desperdiçou). No bem elaborado set list do show e acompanhada por uma banda afinadíssima, Sandy também presenteia os fãs com releituras de clássicos como “Luciana”, “All Star” e inéditas como “Salto”, “Colidiu”, “Respirar” e “Me Espera” – com mais de 30 milhões de visualizações no videoclipe – esta última composta em parceria com Tiago Iorc, um dos convidados do DVD, que também contou com a participação especial do consagrado Gilberto Gil, além de direção geral de Raoni Carneiro e direção musical de Lucas Lima.

Sandy convida para seu canto. Então, seja bem-vindo...

O prelúdio ‘Meu Canto’, que também intitula o delicado e belíssimo DVD gravado no Teatro Municipal de Niterói no final do ano passado, já acolhe e dita as regras do novo projeto logo de cara: “Seja bem-vindo, entre sem bater, sem julgar, sem tentar entender (...)”. Ainda silhuetada do outro lado da porta, a jovem veterana com timbre inconfundível e afinação impecável convida e direciona o público, de forma lírica, para entrar no seu universo musical, ao longo dos quase oitenta minutos de show. “Deixe as armas e angústias do lado de fora, em troca ofereço a música e o agora. Eu lhe dou meu canto, nesse canto que é tão meu (...)”. E, ao citar Carl Jung, no final da última estrofe “Pois quem olha pra fora sonha, e quem olha pra dentro desperta”, Sandy reafirma o que seus bem-sucedidos 27 anos de carreira e 34 de vida lhe conferiram; uma mulher sonhadora, com alma de artista e ainda mais completa e segura de si.

Com a tranquilidade e convicção de quem sabia exatamente o que queria, a cantora e compositora escalou seu time de confiança, compartilhou ideias e fez ecoar todas as suas motivações artísticas para dentro do espetáculo. Ao convidar o amigo e expoente diretor Raoni Carneiro para assinar a direção geral de ‘Meu Canto’, foi certeira e feliz “ele deu forma a um sonho. E foi muito além do que eu sonhava”, declama Sandy em seus agradecimentos da ficha técnica, algo, inclusive, de que também cuida pessoalmente de forma minuciosa.

E, se o verbo é sonhar... Para unir-se à dupla de direção artística ‘Sandy e Raoni’, ninguém melhor do que o parceiro de vida, músico e compositor Lucas Lima para assumir novamente a direção musical do projeto. É dele também a assinatura dos impecáveis arranjos do bem elaborado e quase todo autoral set list, em que a artista assina 17 das 20 faixas. No roteiro, Sandy revisitou os álbuns anteriores ‘Manuscrito’ (´Pés Cansados’, ‘Perdida e Salva’ e ‘Sem Jeito’) e ‘Sim’ (‘Aquela dos 30’, ‘Segredo’, ‘Morada’, ‘Escolho Você’, entre outras), bem como celebrou de forma nostálgica os tempos de ‘Sandy e Junior’ com os sucessos ‘Nada é Por Acaso’ e ‘Desperdiçou’. Também escolheu a dedo ‘All Star’, de Nando Reis, para uma bem produzida releitura. E ficou a cargo de um grande clássico de 1969, ‘Cantiga Por Luciana’, um dos momentos mais emocionantes do show. Numa homenagem a seu falecido avô, Zé do Rancho, Sandy encantou com seu gesto afetivo.

As tão aguardadas inéditas também vieram para alegria dos fãs sedentos por novidades. Foi de uma parceria bem-sucedida com Tiago Iorc que surgiu ‘Me Espera’, uma das inéditas e que se tornou o primeiro single do DVD. “Rolou uma química musical e artística muito grande com o Tiago”, empolga-se Sandy, que comemora os mais de 19 milhões de views no videoclipe gravado com o novo parceiro musical. As animadas ‘Colidiu’ (Sandy e Lucas Lima) e ‘Respirar’ (composta com Daniel Lopes, vocalista da banda Reverse, participante do SuperStar) trouxeram um ótimo ritmo ao show, que também teve espaço para momentos mais intensos com canções surpreendentes como ‘Salto’, em que Sandy afirma convicta: "tem música que a gente arranca de dentro da gente" e sem medo de se expor – "foi uma declaração de amor ao meu marido", confessa.

E dentro de um repertório que parecia estar completo, ninguém imaginava que a ‘cereja do bolo’ ainda estaria por vir! Sandy foi coroada com a participação especialíssima de um dos mais renomados artistas da história da música: o mestre Gilberto Gil! “Quanta honra, quanta generosidade. Nem cabia em mim tanta felicidade. Ainda mais quando ele aceitou cantar 'Olhos Meus', "uma música que me orgulho muito de ter composto", derrete-se Sandy.

Para executar de forma impecável todo este roteiro e embalar artista e público numa verdadeira viagem musical, uma ‘superbanda’ – jeito carinhoso pelo qual Sandy refere-se aos músicos que a acompanham – foi escalada. Delino Costa (bateria), Edu Tedeschi e Maurício Caruso (guitarras e violões), Eloá Gonçalves (teclados), Tiago Pallone (baixo), Patrícia Ribeiro (violoncelo), Ana Catto, Daiana Mazza e Laryssa Salustiano (cordas) somaram todo talento e fizeram a música fluir e rodar de forma bastante coesa como as engrenagens da linda cenografia projetada pelo experiente Zé Carratu, que incluiu chave, fechadura, porta, escada... E diversos elementos lúdicos que trazem o espectador para ‘dentro do seu canto’. Com um desenho luminotécnico sensível e delicado, planejado pelo diretor de fotografia Carlinhos Nogueira, somente uma luz conseguiu falar mais alto do que a do grandioso espetáculo: a luz própria de Sandy, que naturalmente transpõe seu eterno carisma!  E que, parafraseando suas próprias canções, diria agora “(...) Disse sim pra tudo que eu podia. E eu podia mais do que eu sabia!”. Sim, nós concordamos!

Sandy em números

27 anos de carreira

20 álbuns lançados e 1 EP

Mais de 17 milhões de discos vendidos

14 turnês

Cerca de 1.800 shows no Brasil e exterior

Público estimado em 33 milhões de pessoas

Mais de 240 músicas gravadas

1,2 milhão de pessoas no show de João Pessoa

250 mil pessoas no show do Rock'n Rio III

70 mil pessoas no show do Maracanã

9 DVDs

5 anos de seriado homônimo na TV Globo

4 filmes, 1 novela e 1 minissérie

Mais de 65 indicações em prêmios na área musical

Mais de 550 participações em programas de TV

AGENDA - Turnê Meu Canto

17/03 – Recife (PE)

Teatro Guararapes

18/03 – João Pessoa (PB)
Teatro Pedra do Reino

19/03 – Natal (RN)
Teatro Riachuelo

01/04 – Paulínia (SP)
Teatro Municipal de Paulínia

07/04 – Rio de Janeiro (RJ)
Vivo Rio

15/04 – Belo Horizonte (MG)
Teatro Minascentro

30/04 – Curitiba (PR)
Teatro Guaíra

Serviço – Sandy em Curitiba

Quando: 30 de abril de 2017 (domingo)

Local: Teatro Guaíra – Grande Auditório (Rua XV de Novembro, 971)

Horário: Abertura dos portões: 20h | Início do espetáculo: 21h15

Ingressos: De R$50 (meia-entrada) até R$320 (inteira), dependendo do setor.

A meia-entrada é válida para estudantes, pessoas acima de 60 anos, professores, doadores de sangue e portadores de necessidades especiais (PNE).

Não está acrescentado o valor de R$6 referente à taxa de administração do Disk Ingressos.

*Valores sujeitos a alterações sem aviso prévio.

**Entrega em domicílio com taxa de entrega.

Os ingressos podem ser adquiridos através do Disk Ingressos (Loja Palladium - de segunda a sexta, das 11h às 23h, aos sábados, das 10h às 22h, e aos domingos, das 14h às 20h, -  e quiosques instalados nos shoppings Mueller e Estação - de segunda a sábado, das 10h às 22h, e aos domingos, das 14h às 20h), Call-center Disk Ingressos (41) 33150808 (de segunda a sexta, das 9h às 22h, e aos domingos, das 9h às 18h), e pelo portal www.diskingressos.com.br.

Forma de pagamento: Dinheiro | Cartão de Débito | Cartão de Crédito (a vista)

Classificação: Livre

Realização: CWB Brasil

Informações: (41) 3315-0808

 
 

Para a criançada

A dica de hoje vai para o filme "Monster Trucks" que acabou de estreiar. Tripp quer ter seu próprio monster truck, ele trabalha em um ferro velho e caça peças para o veículo. Depois de um acidente provocado por uma empresa que perfura o solo, uma estranha criatura procura abrigo no carro de Tripp. O que eles não imaginavam é que se tornariam amigos!

 

Um filme ótimo, divertido e animado que vai agradar as crianças e o s pais, pois ele lembra muito, os filmes dos anos 1990. Ótima pedida pra família nesse.

 

Rita Vaz

 

Aprender para o futuro

Ensino bilíngue desde a infância oferece passaporte para oportunidades futuras a crianças e adolescentes

escola

Atualmente, possuir uma segunda língua é essencial para garantir reconhecimento profissional, além de facilitar as oportunidades de viagens, estudos, negócios e etc. Porém, muitos acabam deixando esse plano de lado. Em sua maioria, por falta de tempo, por não conseguir conciliar trabalho, estudo e um curso de idiomas. Mas, porque não começar essa busca ainda na infância? Garantir um diploma bilíngue, que funciona como um verdadeiro passaporte para oportunidades profissionais e educacionais fora do país, pode ser uma ótima escolha. 

 

O ensino bilíngue, além de trazer os tradicionais benefícios de possuir mais de uma língua, traz para as crianças experiências diversificadas ainda na infância, pelo contato imediato com diferentes nacionalidades, assim os pequenos já conhecem outras culturas e costumes logo cedo.

 

A Maple Bear Canadian School, em Curitiba, possui um sistema de ensino completamente fundamentado na metodologia canadense de educação, que vão desde o “Early Childhood” - berçário no ensino normal – em que as crianças contemplam elementos da língua inglesa, mas são alfabetizados em português, até o “Elementary School” – ensino fundamental – em que metade do programa é ministrado em inglês, inclusive em disciplinas como Matemática e Ciências. Língua Portuguesa, Geografia e História são ministrados em Português.

 

Mas, um ensino bilíngue não irá exigir demais de meu filho?

A tradicional preocupação dos pais é que um ensino bilíngue acabe exigindo demais da criança. Porém, isso não ocorre. Os pequenos possuem uma alta capacidade de aprendizado e, por consequência, têm mais facilidade que um adulto para aprender novos idiomas.

 

Além disso, na Maple Bear, lousas ou os famosos quadros negros são pouco utilizadas no ensino. A metodologia é pensada com foco em “aprender brincando”, em que as crianças aprendem de uma forma mais dinâmica e prática, sem ter que ficar decorando aspectos gramaticais, assim como oferecido no ensino tradicional brasileiro. O Programa de Educação Infantil Maple Bear utiliza espaços de aprendizagem, em que são desenvolvidas atividades em grupos pequenos ou grandes. É disponibilizada uma grande variedade de centros de aprendizagem, que atendem às diversas necessidades e interesses das crianças.

 

Sobre a Maple Bear

A Maple Bear é uma escola canadense que oferece um inovador programa escolar infantil e de ensino fundamental, e que tem como referência um curso elaborado por experientes educadores canadenses, com imersão na língua inglesa para crianças dos 2 aos 5 anos e educação bilíngue a partir do ensino fundamental. A escola ainda conta com uma equipe pedagógica treinada por especialistas do Canadá que vem ao Brasil especialmente para ministrar os cursos de aprimoramento. A franquia curitibana é administrada por Fabiana D´Orleans, formada em Nutrição pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR), e que atualmente realiza pós-graduação em Gestão Escolar.

 

Serviço:

Maple Bear Curitiba

Av. Nossa Senhora da Luz, 695, Jardim Social - Curitiba (PR)

(41) 3023-7177

https://www.facebook.com/maplecuritiba

http://www.maplebearcuritiba.com.br/

 

 

Leia também

É bom demais participar das promoções do Acontece Curitiba

Óticas Ipanema – Empreendimento compromissado com o cliente

Novo Colunista - Ademilar

Última atualização em Seg, 23 de Janeiro de 2017 11:10
 


Página 1 de 75
Copyright © 2011 Acontece Curitiba. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por LinkWell.