Estreando Além da Morte

“Flatliners” no original é uma refilmagem do filme homônimo de 1990, que fez muito sucesso e foi estrelado por Julia Roberts, Kevin Bacon e Kiefer Sutherland que participa do novo longa.

A trama gira em torno da estudante de medicina Courtney que pesquisa sobre a existência de vida após a morte.

Ela quer fazer experimentos com ela mesma para saber se essa vida realmente existe.

Para tal, ela conhece um local no hospital onde trabalha que tem todos os aparelhos necessários para ressuscitação, e que não é visitado, um lugar seguro.

Mas, para conseguir “morrer e reviver”, ela precisa da ajuda de outras pessoas.

É aí que ela convida quatro amigos para a ajudarem na experiência.

Depois do início, quase todos vão querer participar dela, mas eles não imaginam que algo, muito além da compreensão deles, vai segui-los de volta para a vida.

Eles passam a ter visões amedrontadoras, e não conseguem explicar o pavor que começam a senti e passam a ser perseguidos pelos seus piores pesadelos.

A trama do novo filme difere um pouco do anterior, alterando as histórias e medos de cada personagem, portanto se torna uma releitura.

O destaque do filme vai para o elenco que está muito bem e entrosado em cena, e para a direção, que faz um bom trabalho, entregando um filme dinâmico.

A história tenta passar uma lição de moral sobre comportamento e responsabilidade, mas além de ser um tema batido, ele acaba parecendo uma solução fácil para os personagens.

Apesar de ser recheado de clichês e ter alguns furos no roteiro, o filme entretém, assusta e deixa o espectador curioso, afinal todo mundo quer saber o porquê, quem ou o que está atrás dos personagens.

Uma ótima opção para quem gosta de terror e de suspense e para quem assistiu ao filme de 1990 e está curioso com as inovações que este novo possa ter.

Título Original: Flatliners

Gênero: Suspense/Terror/Ficção

Duração: 1 hora e 49 minutos

Ano de Lançamento: 2017

Direção: Niels Arden Oplev

Elenco: Ellen Page, Diego Luna, Nina Dobrev, James Norton, Kiersey Clemons, Kiefer Sutherland, Beau Mirchoff, Tyler Hynes.

RITA VAZ

TUDO SOBRE FILMES – www.ritavazm.blogspot.com.br

 

ZB Galeria | Exposição "Aqui e Lá"

Coletiva faz parte da programação da Bienal de Curitiba, reunindo artistas do Paraná que têm origens asiáticas

 

 

Zuleika Bisacchi Galeria de Arte Sandra Hiromoto 9 foto Marcelo Elias
Sandra Hiromoto Foto Marcelo Elias

A Zuleika Bisacchi Galeria de Arte integra o Circuito de Galerias da Bienal de Curitiba de 2017, apresentando os trabalhos de nove artistas do Paraná com raízes japonesas dentro da exposição "Aqui e Lá". Com curadoria de Rosemeire Odahara Graça, a exposição conta com obras de Akiko Miléo, Celso Setogutte, Claudine Watanabe, Julia Ishida, Sandra Hiromoto, Sayuri Kashimura, Yiuki Doi, Ademir Kimura e Tania Machado.

Na exposição, Sandra Hiromoto retorna à galeria com duas de suas mais recentes criações, "Say Hay" (de 2016) e "Nenhuma Nudez Quer Ser Vestida" (2017), telas em tinta acrílica e spray que fazem referência a imagens de gueixas. Natural de Assis Chateaubriand, a artista reside em Curitiba. Expôs na Bélgica, Japão, Estados Unidos, Espanha, Portugal, Peru, Colômbia, México e Cuba, além do Brasil, onde foi premiada em diversos salões de arte. Recebeu prêmios também em Paris e possui uma obra no acervo do Palácio Imperial do Japão. Como designer, assina o projeto gráfico do livro "A mulher que não queria acreditar", de Fernanda Takai. Na televisão, suas obras fizeram parte do cenário da novela "Sol Nascente".

Zuleika Bisacchi Galeria de Arte Sandra Hiromoto 29 foto Marcelo EliasSandra Hiromoto Foto: Marcelo Elias

 

Zuleika Bisacchi Galeria de Arte Sandra Hiromoto 10 foto Marcelo Elias
Sandra Hiromoto Foto: Marcelo Elias

 

Ceramista premiado, Celso Setogutte traz para a exposição "Aqui e Lá" duas peças de cerâmica queimadas a uma temperatura aproximada de 1260 oC. Além disso, teve o cuidado de utilizar um material composto por vários tipos de argilas e massas de várias origens, o que contribui para o efeito estético das obras, mais leves e resistentes.  Natural de Umuarama e radicado em Curitiba, Celso Serogutte iniciou suas atividades artísticas em 1988, participando de dezenas de mostras, salões e exposições desde então, além de ter seu nome citado em dois livros de artes. Recebeu premiações no 16° Salão Paranaense de Cerâmica (2004), 16°Mostra Cascavelense de Artes Plásticas(2005) e no I Salão Nacional de Cerâmica (2006). 

ZB

Celso Setogutte Foto: Marcelo Elias

 

 

Sobre o espaço

Inaugurada em dezembro de 2015, em Curitiba, a Zuleika Bisacchi Galeria de Arte realiza um trabalho de responsabilidade, critério, coerência, integridade e respeito aos artistas e ao público apreciador das artes, em suas diversas linguagens e criações artísticas.

Trata-se de um espaço de contemplação e cultura, que oferece ao público a possibilidade de apreciar e aprender mais sobre arte contemporânea, além de poder adquirir os trabalhos expostos, pois a galeria também é um ponto de venda de obras de arte.

 

Serviço:
Exposição "Aqui e Lá" - Circuito de Galerias da Bienal de Curitiba 2017

Em cartaz até 26 de novembro

Horários de visitação diária: segunda a sábado das 10h às 22h, domingos e feriados das 14h às 20h.

Local: Zuleika Bisacchi Galeria de Arte

Endereço: Av. Batel, 1868 (Pátio Batel, piso L3 / loja 329)

Entrada gratuita

Telefone para Informações: (41) 3020-3667  

Última atualização em Qua, 18 de Outubro de 2017 17:14
 

Marbô Bakeri apresenta exposição

“Minimalismo Minimalista” na Bienal de Curitiba’17

 

marbo bakery curitiba 2

Crédito: Divulgação

 

A união entre arte, arquitetura e gastronomia sob o comando do Chef Marcos Bortolozo, faz da Marbô Bakery um espaço diferenciado. E, neste período em que a cidade respira arte, a exposição “Minimalismo Minimalista, do artista Bruno Calmon, sob curadoria de Kézia Talisin, integra a programação paralela da Bienal de Curitiba.

 

 

 

Sobre a exposição

A produção de Bruno Calmon é baseada em cores e tons que insinuam a profundidade, apresentando, dessa forma, várias camadas e também elementos que fazem referência à arte urbana.

 

Sua formação em arquitetura, ressalta as questões geométricas e ao mesmo tempo certa fluidez destacada pelos escorridos, deixando a obra harmônica e equilibrada.

 

Minimal3aCrédito: Divulgação

 

“Sempre procurei ideias simples e que surpreendam. Dentro do abstrato, busco uma composição equilibrada da área trabalhada. Utilizo cores fortes e profundidade, gerando uma certa provocação, que vejo como uma das funções da arte”, diz Calmon.

Na atual fase, um tanto minimalista, em relação ao trabalho anterior, a ideia continua sendo o equilíbrio entre a simplicidade e a força.

 

Minimal4aCrédito: Divulgação

 

As telas foram sintetizadas, gerando o desafio de manter o interesse do público com menos informação. O acaso continua bem-vindo, mas é equilibrado. O resultado é a mistura da racionalidade com a ousadia. As pinturas apresentam a agressividade dos trabalhos anteriores, porém, de maneira controlada.

 

Sobre Bruno Calmon

Nascido em Curitiba, em 1980, neto do pintor Dante Calmon, Bruno Calmon sempre demonstrou facilidade para o desenho. Sem estudo de arte formal, é artista autodidata.

 

Formado em arquitetura, curso que fez pela predisposição a desenhar, montou seu primeiro atelier de pintura em 2005. Realizou sua primeira exposição em 2007 na Galeria de Arte Nini Barontini.

 

Trabalhou alguns anos com arquitetura e, retornou à pintura e desenhos por prazer.

Finalmente decidiu dedicar-se totalmente à arte retomando sua produção em 2015.

 

Serviço:
Exposição “Minimalismo Minimalista” de Bruno Calmon 

Local: Marbô Bakery 

Endereço: Rua Dr. Faivre, 621 – Centro, Curitiba – PR

Período expositivo: de 03/10 a 05/11/2017

Horário de atendimento: terça a sábado das 11h às 22h

E domingo das 10h às 16h

Valet: das 11h30 às 15h e das 18h às 22h. Valor: R$ 20,00

Convênio com estacionamento das 11h às 22h inclusive domingo.

Telefone: (41) 3121-1547 / 99871-0176

Site: www.marbobakery.com.br

E-mail:  Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Última atualização em Ter, 17 de Outubro de 2017 13:09
 

Tratamento a laser para doença da próstata

Hospital Nossa Senhora das Graças oferece tecnologia para tratar a HPB, condição que causa aumento da glândula e atinge 14 milhões de brasileiros

Man in consultation

Curitiba recebe uma técnica menos dolorosa e mais efetiva para o tratamento da Hiperplasia Benigna da Próstata (HBP), a doença mais comum da próstata: a vaporização do órgão com laser verde. Estima-se que cerca de 30% dos homens entre 50 e 80 anos vão apresentar a condição em algum momento da vida, atingindo cerca de 14 milhões de brasileiros, segundo a Sociedade Brasileira de Urologia.

O procedimento é feito com anestesia, dura cerca de 40 minutos e exige em média 24 horas de observação. A terapia convencional é cirúrgica e prevê pelo menos um mês para recuperação do paciente.

A HBP causa crescimento anormal da glândula, o que obstrui a uretra, podendo causar problemas no sistema urinário. Entre os sintomas mais comuns da HBP estão: vontade frequente de urinar – principalmente durante a noite, dificuldade para iniciar a micção e jato de urina fraco.

Tratamento mais efetivo com laser verde

De acordo com o urologista do Urocentro de Curitiba e do Hospital Nossa Senhora das Graças, Luiz Edison Slongo, o laser tem se revelado ao redor do mundo como o método cirúrgico mais eficiente e seguro para a diminuição da próstata.

O procedimento é indicado para homens cardíacos e que utilizam anticoagulantes, pois evita o sangramento e propicia rápida recuperação aos pacientes, que retornam ao cotidiano em 2 a 3 dias.

A tecnologia com laser verde consegue tratar próstatas de grande volume, é mais rápida, evita sangramentos e não oferece risco para pacientes cardíacos. Além disso, o tratamento de vaporização da próstata por meio do laser reduz o tempo de internação e recuperação.

"O laser verde é a tecnologia para tratamento da próstata mais empregada em países desenvolvidos, como os Estados Unidos. O método realizado pela uretra e sem cortes deverá ser de melhor custo-benefício no Brasil", explica o especialista.

Última atualização em Seg, 16 de Outubro de 2017 13:57
 

Samba de Bamba – Adriana Moreira

A CAIXA Cultural Curitiba apresenta, no dia 17 de outubro, dentro do projeto Samba de Bamba, o show da cantora Adriana Moreira. Ela é a oitava atração deste projeto dedicado à divulgação de artistas que produzem, interpretam e vivem o samba na atualidade. Adriana Moreira traz ao palco o retrospecto de sua carreira, incluindo sambas de seu novo disco Cordão, onde apresenta regravações de clássicos de bambas como Gonzaguinha, Chico Buarque, Nelson Cavaquinho, Baden Powell e Paulo César Pinheiro, ao lado de músicas inéditas de novos compositores.

A cantora paulista tomou contato com a música desde muito cedo, pois sua família pertencia à comunidade da tradicional escola de samba Camisa Verde e Branco, situada no bairro da Barra Funda. Sua juventude se deu vivenciando muitas rodas de samba no Botequim do Camisa, na Rua do Samba, em meio a sambistas como João Nogueira, Dona Ivone Lara, Beth Carvalho, Zeca Pagodinho e Fundo de Quintal.

Adriana Moreira atua no meio musical há cerca de duas décadas. No início da carreira, em 1997, participou do CD O Cúmulo do Samba do compositor paulista Carlinhos Vergueiro. Realizou uma detalhada pesquisa sobre a obra do compositor baiano Batatinha, que resultou no trabalho Direito de Sambar – Adriana Moreira canta Oscar da Penha, Batatinha. Também participou do CD Um jeito de Fazer Samba do compositor paulistano Eduardo Gudin.

Adriana idealizou grandes projetos musicais em formato de shows: Voz Irmã; Ta Layiá – Resistir, espetáculo em que apresentou diversos ritmos e linguagens afro-brasileiras, com participações de João Borba e Nei Lopes; Damas Bambas, em homenagem às compositoras e às grandes intérpretes do samba, com Fabiana Cozza, Gisa Nogueira e Dona Ivone Lara. Também participou da montagem da peça Calabar, de Chico Buarque e Ruy Guerra, sob direção de Heron Coelho. Adriana Moreira participou ainda do documentário Samba à Paulista – Fragmentos de uma história esquecida, ao lado de figuras ilustres do samba paulista.

Serviço

Música: Samba de Bamba – Adriana Moreira

Local: CAIXA Cultural Curitiba. Rua Conselheiro Laurindo, 280 – Curitiba (PR).

Data: 17 de outubro de 2017 (terça-feira)

Horário: 20h

Ingressos: vendas a partir de 14 de outubro (sábado). R$ 20 e R$ 10 (meia – conforme legislação e correntistas que pagarem com cartão de débito CAIXA). A compra pode ser feita com o cartão vale-cultura.

Bilheteria: (41) 2118-5111 (De terça a sábado, das 12h às 20h; e domingo, das 16h às 19h.)

Classificação etária: Livre para todos os públicos.

Lotação máxima: 125 lugares (2 para cadeirantes)

 

Turnê "Como Eu Quero"

Após dois anos, a musa da música pop brasileira,Paula Toller  retorna a Curitiba nesta semana para a estreia nacional da sua nova turnê solo "Como Eu Quero". Com realização da Prime, a apresentação inédita com uma pegada mais intimista acontece no sábado, dia 07 de outubro, no palco Teatro Positivo (Teatro Positivo – Grande Auditório (R: Pedro Viriato Parigot de Souza, 5.300) às 21h15.

Depois de viajar com o show Transbordada e de protagonizar a turnê Rock Brasil para mais de 1 milhão de pessoas, agora Paula apresenta seu repertório de forma mais essencial, numa performance tête-à-tête com o público. A seleção contempla toda a sua carreira, solo e no Kid Abelha. Além das próprias músicas, Paula também apresenta "Ando Meio Desligado", dos Mutantes, e "Céu Azul", Charlie Brown Jr, numa interpretação delicada e emocionante. Como não poderia ser diferente em um show de uma hit maker, grandes sucessos compõem o set list e o espectador poderá ouvir, entre outras, "Como eu quero", "Nada Sei" e "Grand'Hotel" interpretadas por Toller com o auxílio luxuoso do lendário produtor Liminha.


Paula apresenta seu show acompanhada pelos músicos Liminha (violão), Adal Fonseca (bateria), Pedro Augusto (teclados) e Gustavo Camardella (violão e guitarra).

Os ingressos estão disponíveis e variam de R$75,00 (meia-entrada) a R$230,00 (inteira), de acordo com o setor. Plateia Vermelha - R$230,00 (inteira) e R$120,00 (meia-entrada) / Plateia Azul - R$210,00 (inteira) e R$110,00 (meia-entrada)/ Plateia Amarelo - R$190,00 (inteira) e R$100,00 (meia-entrada)/ Plateia Roxo - R$180,00 (inteira) e R$95,00 (meia-entrada)/ Plateia Laranja - R$160,00 (inteira) e R$85,00 (meia-entrada)/ Plateia Rosa - R$150,00 (inteira) e R$80,00 (meia-entrada)/ Plateia Verde - R$140,00 (inteira) e R$75,00 (meia-entrada). A meia-entrada é válida para estudantes, pessoas acima de 60 anos, professores, doadores de sangue e portadores de necessidades especiais (PNE) e de câncer.  Portadores do cartão fidelidade Disk Ingressos possuem 20% de desconto na compra de até dois bilhetes por titular. PROMOÇÃO 1 +1 – Na compra de um ingresso no valor da entrada inteira, o cliente ganha mais um no mesmo setor. Promoções não cumulativas com descontos previstos por Lei. ***Valores sujeitos a alteração sem aviso prévio.****Já está incluso o valor de R$10,00 de acréscimo por bilhete referente à taxa de administração Disk Ingressos. É obrigatória a apresentação do documento previsto em lei que comprove a condição do beneficiário, na compra do ingresso e na entrada do teatro. Os ingressos podem ser adquiridos através do Disk Ingressos (Loja Palladium - de segunda a sexta, das 11h às 23h, aos sábados, das 10h às 22h, e aos domingos, das 14h às 20h, -  e quiosques instalados nos shoppings Mueller e Estação de segunda a sábado, das 10h às 22h, e aos domingos, das 14h às 20h)Call-center Disk Ingressos (41) 33150808 (de segunda a sexta, das 9h às 22h, e aos domingos, das 9h às 18h), na bilheteria do teatro Positivo (de segunda a sexta, das 9h às 21h, e aos sábados, das 9hs às 18hs), na bilheteria do teatro Guaíra (de terça a sábado, das 12h às 21h)  e pelo portal www.diskingressos.com.br.

Mais sobre Paula Toller
A carreira de Paula Toller se confunde com a da banda Kid Abelha, um dos maiores

fenômenos da música nacional, com 9 milhões de discos vendidos em 35 anos, uma

enorme coleção de hits e discos de ouro, platina e diamante. A banda encerrou suas

atividades em pleno sucesso, e Paula segue seduzindo os fãs brasileiros com sua voz inconfundível em uma bem sucedida carreira solo, shows de alto nível e ótimas letras, além de muitos prêmios.

SERVIÇO:
PAULA TOLLER  – Turnê "Como Eu Quero"
Quando: 07 de outubro de 2017 (Sábado)
Local: Teatro Positivo – Grande Auditório (R. Pedro Viriato Parigot de Souza, 5.300) 
Horários:  Abertura do Teatro:  20h15 / Início dos shows: 21h15
Duração do show: 
cerca de 90min
Ingressos:
variam de R$75,00 (meia-entrada) a R$230,00 (inteira), de acordo com o setor. 
Plateia Vermelha - R$230,00 (inteira) e R$120,00 (meia-entrada);
Plateia Azul - R$210,00 (inteira) e R$110,00 (meia-entrada);
Plateia Amarelo - R$190,00 (inteira) e R$100,00 (meia-entrada);
Plateia Roxo - R$180,00 (inteira) e R$95,00 (meia-entrada);
Plateia Laranja - R$160,00 (inteira) e R$85,00 (meia-entrada);
Plateia Rosa - R$150,00 (inteira) e R$80,00 (meia-entrada);
Plateia Verde - R$140,00 (inteira) e R$75,00 (meia-entrada). A meia-entrada é válida para estudantes, pes
soas acima de 60 anos, professores, doadores de sangue e portadores de necessidades especiais (PNE) e de câncer. 
Portadores do cartão fidelidade Disk Ingressos possuem 20% de desconto na compra de até dois bilhetes por titular.
PROMOÇÃO 1 +1 – Na compra de um ingresso no valor da entrada inteira, o cliente ganha mais um no mesmo setor.
Promoções não cumulativas com descontos previstos por Lei.
 ***Valores sujeitos a alteração sem aviso prévio.
****Já está incluso o valor de R$10,00 de acréscimo por bilhete referente à taxa de administração Disk Ingressos. 
É obrigatória a apresentação do documento previsto em lei que comprove a condição do beneficiário, na compra do ingresso e na entrada do teatro. 
Forma de Pagamento: Dinheiros e cartões de crédito/débito Visa e Mastercard.
Pontos de Venda: Disk Ingressos (Loja Palladium - de segunda a sexta, das 11h às 23h, aos sábados, das 10h às 22h, e aos domingos, das 14h às 20h, -  e quiosques instalados nos shoppings Mueller e Estação de segunda a sábado, das 10h às 22h, e aos domingos, das 14h às 20h)Call-center Disk Ingressos (41) 33150808 (de segunda a sexta, das 9h às 22h, e aos domingos, das 9h às 18h), na bilheteria do teatro Positivo (de segunda a sexta, das 9h às 21h, e aos sábados, das 9h às 18h), na bilheteria do teatro Guaíra (de terça
 a sábado, das 12h às 21h)  epelo portal www.diskingressos.com.br.
**Entrega em domicílio com taxa de entrega.
Classificação etária: Livre
Informações p/ o público: (41) 33150808 / 33173283/ www.maisumadaprime.com.br
Realização: Prime

Última atualização em Qua, 04 de Outubro de 2017 14:06
 


Página 1 de 78
Copyright © 2011 Acontece Curitiba. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por LinkWell.